Ana Flávia Mendes

Ana Flávia Mendes Sapucahy (Mendes, Ana Flávia) é artista-professora-pesquisadora doutora e mestra em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e pós-doutora em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Graduada em Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade do Estado do Pará (UEPA). É professora efetiva da Universidade Federal do Pará (Instituto de Ciências da Arte/ Escola de Teatro e Dança/ Programa de Pós-graduação em Artes); Autora dos livros Gesto Transfigurado, Dança Imanente e A dança imanente no ensino e criação em artes cênicas; organizadora dos livros Abordagens Criativas na Cena e Ensaios de uma Companhia (Pós)Moderno de Dança. É fundadora e diretora artística da Companhia Moderno de Dança, para a qual dirigiu e encenou, até então, 12 espetáculos. Coordena o grupo de pesquisa Coreoepistemologias e participa como pesquisadora do grupo Tambor - Pesquisa em Carnaval e Etnocenologia. Foi contemplada com a bolsa de pesquisa e criação artística do Edital SEIVA 2018, da Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves/ Casa das Artes, com o Prêmio FUNARTE de Dança Klauss Vianna nos anos de 2006, 2008, 2009, 2011, 2013 e 2015, com a Bolsa de Produção Crítica em Artes da FUNARTE em 2008, com a Bolsa de Pesquisa, Experimentação e Criação Artística do Instituto de Artes do Pará em 2010 e com o Prêmio de Pesquisa e Experimentação Artística da Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves 2018. Possui experiência na área de Artes, com ênfase em Artes Cênicas, atuando principalmente no campo da dança, teatro e cultura popular, pontualmente no carnaval de escolas de samba (criação, direção, produção, ensino, pesquisa).

Waldete Brito Silva de Freitas

Doutora e Mestra em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia. Licenciada Plena Em Educação Física pela Universidade do Estado do Pará (1985). Desde 1993 é professora da Universidade Federal do Pará - Lotada na Escola de Teatro e Dança. Tem experiência na área de Artes, com pesquisa em Dança contemporânea, como coreógrafa e diretora artística assinou inúmeras produções cênicas. Professora convidada a ministrar cursos de dança em vários municípios do Estado do Pará. Coordena o projeto de pesquisa: Poéticas Contemporâneas: Corpo- Dança e Improvisação. Participou da comissão de avaliação e seleção do projeto cultural de apoio à Circulação de Artes Cênicas -Palmas-To. Participou da comissaõ de elaboração do Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Dança da UFPA. Foi professora de dança e ginástica, no ensino fundamental. É diretora artística da Cia Experimental de Dança Waldete Brito, desde 1998 até a atualidade.

Eleonora Ferreira Leal

Doutora e Mestre em Artes Cênicas pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia. Graduada em Educação Física pela Universidade Estadual do Pará. Docente da Escola de Teatro e Dança da Universidade Federal do Pará, atuou como Diretora da Escola de Teatro e Dança da UFPA no período de 2006 e 2008. Atualmente é Coordenadora Geral dos Cursos Técnicos da ETDUFPA. Desenvolve pesquisa sobre Processo Criativo Colaborativo em Dança e em práticas pedagógicas, Coordena o projeto de pesquisa Teceduras entre a Dança e a Educação Somática. . Desenvolve estudos no campo científico dança, especificamente na cultura popular e processo colaborativo.Tem interesse nos seguintes temas de pesquisa: processos educacionais em Dança; Dispositivos político-pedagógico na formação em Dança; formação artística/ profissional em Dança; estudos do somáticos.

Possui mestrado em Maestría en Investigación de la Danza pela CENIDI Danza "José Limón"(2015). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Dança.

Alba Olinka Huerta Martinez

Possui graduação em Licenciatura Plena em Letras pela Universidade Federal do Pará (1976), graduação em Direito pela Universidade Federal do Pará (1964), mestrado em Teoria da Literatura pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1973) e doutorado em Sociologia da Cultura - Université de Paris IV (Paris-Sorbonne) (1994). Atualmente é professor voluntário da Universidade Federal do Pará. Tem experiência na área de Artes e Comunicação, pesquisando e atuando com os seguintes temas: Arte, Comunicação, Imaginário, Amazônia, Cultura, Cultura Amazônica, Magistério, Criação Literária, Poesia, Encantaria e Mito.

João de Jesus Paes Loureiro

Mestre em Artes pela Universidade Federal do Pará (2017); Licenciada em Coreografia pela Escuela Nacional de Danza Clásica e Contemporánea (México, 2011); Atualmente é doutoranda no Programa de Pós-graduação em Psicologia PPGP-UFPA. Pesquisadora do grupo de estudos “Hermes” Hermenêutica e formação humana e do Núcleo de Estudos Fenomenológicos
(NUFEN-UFPA). Realizou uma formação em Dança Terapêutica e posse um aperfeiçoamento em Psicomotricidad. Ganhadora do prêmio Produção e Difução Artistica da Fundação Cultural do Pará SEIVA-2017 com a obra coletiva: “As Mandiocas Mulheres Raiz” e do 5º Prêmio Proex de Arte e Cultura 2016 UFPA-PROEX- DAC. Tem experiência na área de dança e interfaces epistêmicas com ênfase no desenvolvimento pessoal e social, estudos do ser-corpo, processos terapêuticos e autoconhecimento através da arte.

Aide López (México)

Natacha Muriel López Gallucci

Professora Adjunta do Instituto Interdisciplinar de Sociedade, Cultura e Arte (IISCA) da Universidade Federal do Cariri - UFCA. Doutora em Filosofia pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH, UNICAMP, 2008); Doutora em Multimeios (IA, UNICAMP, 2014). Mestre em Filosofia (IFCH, UNICAMP, 2003). Possui Licenciatura em Filosofia e Especialização em Pedagogia pela Universidade Nacional de Rosario (UNR, Argentina, 2000). Bacharelado em Danças pela Escola Nacional de Danças Nigélia Sória Rosario Argentina. Membro da IUAES The International Union of Anthropologial Ethnological Sciencie. Pesquisadora associada à ABRACE Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas e Membro da SOCINE Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual. Pesquisadora do Grupo CIRANDA - Círculo Antropológico da Dança, da Universidade Federal do Pará. Pesquisadora do Observatório Cariri de Políticas e Práticas Culturais (UFCA/CNPq). Coordena os Projetos: Filosofias do corpo no Cariri cearense; FiloMove Grupo de Pesquisa Filosofia, artes e estéticas do Movimento (Projeto de Curricularização da Cultura da PROCULT UFCA). Pesquisa em áreas de audiovisual documentário e filme ensaio. Coreógrafa e Intérprete vocal. Especial interesse Filosofia contemporânea; Epistemologia; Filosofias do Corpo; Educação formal e não formal; Filosofia do sujeito; Arte educação; Teorias da performance, do corpo e da voz. Psicanálise e Literatura. Cinema e Corpo. Vanguardas do século XX; Artes e reprodutibilidade.

Breve nota biográfica Nome: José Ribeiro Pinto, natural de São Vicente, cidade de Braga, Portugal. Nascido a 25 de março de 1960. Licenciado em História e Ciências sociais, pela Universidade do Minho, Portugal. As suas habilitações contemplam ainda, um Curso de Monitores e Ensaiadores de Grupos Folclóricos, e, um curso de Museologia e etnografia. É atualmente o presidente da Rusga de S. Vicente de Braga - Grupo etnográfico do Baixo Minho. Nesta associação, entre outras funções, é o diretor artístico, ensaiador, e, o moderador da iniciativa "Serões no Burgo/Tertúlias Rusgueiras". Faz parte dos Corpos Gerentes (Conselho Fiscal) do GAMT - Grupo de Amigos do Mosteiro de Tibães, Braga.

José Ribeiro Pinto

© 2019 por Seminário Internacional de Pesquisa em Dança da UFPA.